blog-post-img-231

Animal Kingdom

Durante a vida, encontramos carreiras e profissões curiosas. Algumas, são simplesmente estranhas. Outras entram na categoria “bom demais pra ser verdade”, como game tester e degustador de bebidas. Temos ainda as misteriosas, que abrem um reino de fantasia e rendem seriados de TV maravilhosos – quem aqui não sonha em ter uma doença esquisita só pra ser salvo por Dr. Gregory House? Medicina Diagnóstica existe mesmo, eis a dica – e as desconhecidas ou subestimadas. Quem sabe mesmo a função do geólogo? Subestimamos a pobre Geologia, crentes que só serve para cavoucar a terra e ver a idade, o tipo, e afins. Mas sem um geólogo, não poderíamos andar de metrô, extrair petróleo, construir viadutos… Sem uma análise geológica completa, não se pode sequer soprar poeira! As consequências podem ser graves.

Há alguns meses, eu conheci a Zootecnia. A primeira coisa que veio à mente foi a produção de bichinhos artificiais – o nome lembra isso: tecnologia de bichinhos! Gatorros, parleias(passarinho + baleia… Ops, esse criaram. Chamamos de Twitter), macelhos(macaco + coelho)… Enfim. Pensei em todo tipo de coisa estranha. Quem diria que é uma das carreiras mais importantes da atualidade, embora não se reconheça isso.

O zootecnista é responsável pelo estudo e controle da reprodução, aprimoramento genético e nutrição de animais criados com fins comerciais, visando aumentar a produção e melhorar a qualidade dos produtos de origem animal. Traduzindo: ele cria e cuida de animais para consumo, desde o nascimento até sua eventual entrega para o mercado. Mas acalmem-se, ativistas revoltados! Os zootecnistas não são responsáveis pelas crueldades cometidas por abatedouros, laboratórios de pesquisa e similares – no curso, com duração média de 5 anos, prega o bem estar dos animais acima de tudo! Para os zootecnistas, quanto mais feliz e harmônica for a vida do bichinho, maior será a qualidade dos produtos por ele gerados em caso de abates, melhor serão os resultados esperados em pesquisas e desenvolvimento, nos caso de laboratórios, e mais longa e saudável será a vida do animal – a Zootecnia não lida somente com a morte dos pobres bichinhos. Seus profissionais são concorridos entre criadouros de cães para competições, haras, fazendas, circos (os respeitáveis)… Eles estão em todo lugar, sempre mantendo a saúde e o bem estar dos animais que servem a fins comerciais.  Se o veterinário tivesse um Nemesis, o nome dele seria zootecnista. Imaginem vocês, as batalhas épicas pelos pacientes!

Como foi que eu descobri essa carreira tão bacana? Eu tinha uma Mestra ao lado e não sabia. A blogueira Cláudia Teles – a mesma que fez esse tema de blog todo fofenho pra mim – é formada em Zootecnia. Aliás, não só formada, como pioneira: fez parte da primeira turma EVER de Zootecnia na UFRA – Universidade Federal Rural da Amazônia – em 2005. Cláudia descobriu o curso por acaso: seu sonho era ser veterinária, mas ao não passar nos vestibulares na UFRA, UEPA e UFPA, ela resolveu arriscar a novidade.

Mas enfim, vamos deixar a Claudinha contar a história. Sem mais, a tão esperada entrevista! Espero que gostem – optei por divulgar exatamente o que conversamos, sem fazer um post épico/roteiro de novela do Maneco. Eu pelo menos adorei a experiência, e aprendi que nem todos os envolvidos no consumo de animais são malvados gananciosos sem coração. Nesse meio, tem muita gente de bem, esperando espaço. E se você, leitor indeciso mas muito fã de bichinhos, optar por prestar Zootecnia em 2010, conte sua experiência por aqui!

Lekkerding Olá entrevistada do dia! #entrevistavalendoooooooo

CLaUdInHa♥ @@ Não me salvei.

Lekkerding Tudo bem?

CLaUdInHa♥ Tudo. E com você?

Lekkerding Antes de mais nada, agradeço esse tempinho. Tudo bem agora! /entei E então, dona entrevistada, pode contar um pouquinho da sua trajetória?

CLaUdInHa♥ huahuahuaBem, exatamente o que você quer saber? A minha mal sucedida vida de zootecnista?

Lekkerding Como vc evoluiu seus conhecimentos na escola e como descobriu sua aptidão pra ciências, depois como acabou indo pra facul d zootecnia e como foi essa passagem universitária? Onde você estudou, professores que te fizeram perseguir isso…?

CLaUdInHa♥ Bom, eu sempre adorei biologia na escola e nunca consegui gostar de matemática. Até hoje tem pedacinhos da tabuada que não sei huahuahua. Sempre estudei em escola particular, das boas, papai sempre fez questão. Acho que me preparei bem pro vestibular, fiz ENEM e tudo também. Mas no meu primeiro ano, que prestei pra Veterinária na UFRA, Nutrição na UEPA e Nutrição na UFPA não passei em nenhuma. Desiludida, passei 1 ano no cursinho sem quase estudar, acho que tava cansada da barra que é se formar no 2º grau da escola e ainda prestar 3 vestibulares e não passar. Daí não estudei muito não, sabe… Lembro que mommys vivia brigando comigo porque eu passava mais tempo lendo revista que com o livro na mão huahua.

Lekkerding A rata de livro confessa q não lia!

CLaUdInHa♥ huahuahua!  Exatamente, foi nessa época que parei de ler meus livros… Mas enfim, eu decidi que não iria mais fazer Veterinária que era meu curso escolhido desde que me entendo por gente, mamãe ficou preocupada porque eu sempre quis isso e de repente resolvi mudar. Entrou um curso novo na faculdade de ciências agrárias (hoje UFRA) e eu resolvi arriscar. Nunca tinha escutado falar desse curso, Zootecnia, ate que saquei uma revista que mostrava todos os cursos e tals. Li, me interessei e decidi. Faria vestibular pra Zootecnia mesmo! Fiz as provas, achei que fui muito mal em matemática (sempre ela ¬¬)… Avisei logo que eu não iria passar não. Daí as provas foram anuladas, pelo boato de que tinham vazado. Remarcaram as provas e fiz de novo. Me ferrei de novo, olhei a prova de matemática  e não sabia fazer nada pois a matéria dessa faculdade era diferente da que se estudava pras outras faculs. Chutei a prova de matemática todinha e sai arrasada da prova, jurando que não tinha passado de jeito nenhum… Avisei pra mamãe que eu não iria passar mesmo, eu já tava até procurando um outro cursinho pra fazer quando saiu o resultado. E eu tinha passado! Em 13º lugar ainda, de 30 vagas. Fomos a 1ª turma de Zootecnia aqui do Norte. Minha inspiração sempre foi meu pai, que tinha o sonho de ter feito faculdade de Veterinária e amava os animais… Acho que foi ele que me passou esse amor pelos bichinhos. Ele e minha mãe são os grandes merecedores de eu ter um diploma hoje, me ajudaram muito mesmo.

Lekkerding E como foram suas primeiras impressões do curso?

CLaUdInHaa♥ Pois então, sabe como é logo que a gente entra na universidade né? Acha que nunca mais vai ver matemática, português, filosofia e é justamente o que a gente vê de cara huahua! Até Ed. Física a gente teve nos dois primeiros semestres… ¬¬ Ódio. Queria logo mexer com animais e tals. A parte de botar a mão na massa.

Lekkerding Lembro até hoje, cantando Tommy no elevador… 1ª aula do período, chuta. Economia.

CLaUdInHa♥ Blergh. Huahuahua

Lekkerding Como foi sua adaptação? Você acha q essas aulas seriam inúteis pro curso ou tem alguma validade?

CLaUdInHa♥ Eu acho que é válido, sim… Acho importante dar uma reforçada na base pra nivelar a turma toda, sabe que tem gente de tudo quanto é tipo de escola, desde as piores até as melhores. Assim era nossa turma, bem diferente e tals. Gente de todos os níveis sócio econômicos. Mas quando começamos a ter as matérias especificas sim, adorei tudo! Ah, só de saber mais sobre os animais, adorava minhas aulas. Me formei sabendo que não seguiria carreira, mas feliz por ter passado 4 anos estudando algo que eu amo: animais. Quem sabe um dia eu não abro um pet shop pra mim?

Lekkerding Por que não seguir carreira?

CLaUdInHa♥ Porque aqui em Belém, não tem muita opção pro Zootecnista trabalhar no centro, tem que se meter pro interior, sabe… E isso tá fora de questão pra mim. Infelizmente, como nossa turma foi a primeira, foi a mais sofrida também porque ninguém abriu caminho pra gente. Pouquíssimos dos que se formaram comigo trabalham nisso, e os que trabalham é geralmente em fazenda da própria família, já tava encaminhado quando entrou no curso. Muitos não conheciam direito o curso e só fizeram por fazer… Enfim, vários fatores.

Lekkerding Mas qual  a importância desse curso pra você, em geral? Como você acha q ele reflete no país como um todo?

CLaUdInHa♥ Eu acredito que ele seja dos mais importantes em um país que trabalha diretamente com esse mercado de carnes. O zootecnista trabalha com todos os setores da produção e uma parte da comercialização, a origem sabe. E todo mundo sabe que a base é imprescindível pra se obter o produto final de qualidade. No Sul é uma profissão já bem instalada. Aqui pro Norte que ainda falta crescer muito pra se tornar mais conhecida e valorizada.

Lekkerding Você acha que falta investimento pra essa carreira se tornar mais valorizada? Falta conhecimento do público?

CLaUdInHa♥ Sim, falta de verdade. Como pode se explicar que aqui no Norte, que tem tantas áreas de fazendas, ter demorado tanto tempo (até 2001) pra ter o curso? Não entendo isso até hoje, é muito contraditório. Aqui é que devia ser o berço do conhecimento sobre áreas agrícolas, porque ainda possui muita terra baseada nesse tipo de economia.

Lekkerding Quais as aplicações da Zootecnia pra você, além de agricultura e pecuária?

CLaUdInHa♥ Além do trato direto com animais e plantas, é de atuação também o trabalho em laboratórios, com estudos e pesquisas na área de reprodução animal, nutrição animal e empresas de laticínio.

Lekkerding Então quer dizer que pet shops, hípicas e até mesmo criadores de abelhas melíferas precisam de um zootécnico de plantão?

CLaUdInHa♥ Pet Shops nem tanto porque não se trabalha com animais domésticos (animais de produção e/ou de grade porte). Hípicas o trabalho seria voltado para os cuidados e alimentação dos animais e criadores de mel também, mas com a diferença de ser voltado pra fins comerciais, né… Zootecnista trabalha também com ranicultura(rãs), cunicultura(coelhos) e ovinocultura(ovelhas e cabras), cotonicultura(codornas), além dos mais conhecidos, bovinocultura e suinocultura. Qualquer animal que tenha fins comerciais/produção é preciso ter um acompanhamento de um zootecnista. A gente costumava dizer na faculdade que atrapalhamos o trabalho do veterinário, que remedia, e nós evitamos que o animal fique doente. rs Tinha a maior rivalidade lá na facul, os veterinários não gostavam da gente. Hoje não sei se mudou, mas acredito que não! huahua

Lekkerding Hm, dona entrevistada, tem alguma mensagem pro pessoal que presta vestibular pra Zootecnia agora?

CLaUdInHa♥ Olha, eu digo a todos que se preparam pra fazer Zootecnia que invistam sério em estágios durante o período do curso. Porque é um trabalho que exige que você tenha habilidade prática, não adianta ficar no beabá da sala de aula. Cobre mesmo dos professores que eles mostrem toda a teoria sim, mas principalmente as aulas práticas. E só deve cursar quem tem amor pelos animais, a gente já esta cansado de ver carniceiros maltratando-os, o que se precisa é acima de tudo priorizar o bem-estar animal.

Lekkerding O blog agradece essa entrevista de sopetão no MSN! Viu? Nem doeu. Você se formou quando?

CLaUdInHa♥ Eba! Eu que agradeço a lembrança. =* Me formei em 2005. Inciei o curso em 2001, 4 anos de Zootecnia.

Lekkerding 1ª turma ever de  Belém. Pioneiríssima!

CLaUdInHa♥ Yes! u.ú huahuahuahua

Lekkerding Obrigada, Claudinha.

CLaUdInHa♥ De nada, Rapha!

Lekkerding 236 posts

Cúspide e Gêmeos e Câncer. Corinthiana não praticante. Indie até os ossos. Advogada. Blogueira. Eterna estudante. Jogadora de handebol e de rugby, aposentada compulsoriamente. Fã de cerveja, de um bom papo, da internets e da (boa) política. Amante de David Bowie e de Florence & the Machine. Chata. Sem mais.

"Quem sabe respirar o ar de meus escritos sabe que é um ar das alturas, um ar forte. É preciso ser feito pra ele, senão há o perigo nada pequeno de se resfriar. O gelo está próximo, a solidão é monstruosa (...) Quanta verdade suporta, quanta verdade ousa um espírito? Cada vez mais tornou-se isto pra mim a verdadeira medida de valor. Erro não é cegueira, erro é covardia... Cada conquista, cada passo adiante no conhecimento é consequência da coragem, da dureza consigo, da limpeza consigo... Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles... Lançamo-nos ao proibido: com este signo vencerá um dia minha filosofia, pois até agora proibiu-se sempre, em princípio, somente a verdade."

Friedrich Nietzsche

Porque toda semana - lembrem-se, minhas semanas são relativas - deixarei algo bacana pra vocês verem/ouvirem. Espero que gostem das escolhas.