blog-post-img-3525

Dicas da Virada Cultural

Oba! A sexta chegou. Mas não é uma sexta qualquer; é a véspera da Virada Cultural. Sampa dá 24 horas de shows, exposições, filmes, turismo gastronômico e tudo mais que se possa imaginar nas ruas do Centro Velho da cidade. Aliás, vocês já conferiram a programação? Então corram e montem o esquema com os amigos! Para curtir bem a Virada, é bom tomarmos algumas precauções. Então, segue a listinha básica do que a gente pode e não pode esquecer para a Virada Cultural.

ESQUEÇA!

 — carro: ir pra Virada de carro só vai dar dor de cabeça. Você vai acabar estacionando o carro num local obscuro e pode não encontrá-lo na volta. Use o metrô, estará aberto a noite toda.

 — tecnologia: eu sei que o último iPhone é lindo e você não pode viver sem. Mas o Manolo bêbado do seu lado prestes a entornar a cerveja no seu precioso smartphone não sabe disso, e o ladrão não liga. Tablets, notebooks, máquinas fotográficas sofisticadas e afins: melhor deixar isso em casa. Leve algo simples pra Virada.

NÃO se esqueça de…

 — descansar: tem gente que quer enfrentar a Virada de cabo a rabo. Pra isso, é preciso dormir bem. Você vai andar bastante – isso sem contar a energia gasta com a festança, a bebida, a comida… Então durma bastante nesta sexta. E amanhã à tarde, também.

 — se cuidar: eventos desse porte sempre dão dor de cabeça na hora do banheiro. Mas não temam, a amiga farmácia está ali para montar seu super kit higiene. Protetor de assento (dispensa apresentações), lenços de papel (nem todo lugar terá Neve à mão para o resgate) e lenços umedecidos (nem todo lugar terá água e sabão para lavagem posterior) são itens básicos desse kit salva-vidas na Virada.

 — seu conforto: o povo adora ir chique para a balada. Mas é um evento ao ar livre: seu carro não vai parar perto e não tem chapelaria. Usem sapatos confortáveis e bolsas práticas – o combo mochila + tênis é o melhor amigo nessas horas.

 — ter contato: não custa lembrar. Tá vendo isso aqui?

virada-cultural-2012-60

É o show dos Mutantes, no ano passado. O Centro está cheio de atrações, com tanta gente quanto essa foto. Não esqueça o celular em casa. Deixe no bolso, em modo vibratório – porque você não vai ouvir nada tocando – e de preferência, com crédito para trocar SMS com a galera.

 — ter atenção: tenha um mapa em mãos para se localizar – você também pode baixar o app da Virada gratuitamente na Apple Store e no Google Play (cuidado: o app oficial não está atualizado, prefira o app do Catraca Livre). O Centro é grande, e nem todos os atalhos e ruas dão onde imaginamos. Além disso, nem todos os acessos do metrô estão disponíveis. Leia a programação antes, durante e depois. E atualize o GPS.

É isso, pessoal! São 24 horas de puro entretenimento. Se você vai – e prestou atenção nas nossas dicas – não esqueça de aproveitar cada segundo. Quem vem com a gente agora? Mostre que foi pra Virada com o Hipnoseries e mande sua foto com a hashtag #virandonohipnoseries lá no Twitter. E a gente se vê na Virada!

Lekkerding 237 posts

Cúspide e Gêmeos e Câncer. Corinthiana não praticante. Indie até os ossos. Advogada. Blogueira. Eterna estudante. Jogadora de handebol e de rugby, aposentada compulsoriamente. Fã de cerveja, de um bom papo, da internets e da (boa) política. Amante de David Bowie e de Florence & the Machine. Chata. Sem mais.

"Quem sabe respirar o ar de meus escritos sabe que é um ar das alturas, um ar forte. É preciso ser feito pra ele, senão há o perigo nada pequeno de se resfriar. O gelo está próximo, a solidão é monstruosa (...) Quanta verdade suporta, quanta verdade ousa um espírito? Cada vez mais tornou-se isto pra mim a verdadeira medida de valor. Erro não é cegueira, erro é covardia... Cada conquista, cada passo adiante no conhecimento é consequência da coragem, da dureza consigo, da limpeza consigo... Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles... Lançamo-nos ao proibido: com este signo vencerá um dia minha filosofia, pois até agora proibiu-se sempre, em princípio, somente a verdade."

Friedrich Nietzsche

Porque toda semana - lembrem-se, minhas semanas são relativas - deixarei algo bacana pra vocês verem/ouvirem. Espero que gostem das escolhas.