blog-post-img-644

E que venha 2012

Alô vocês! Mas é claro que eu não podia deixar de falar algo na última sexta-feira do ano.

Eu tinha planejado uma pequena retrospectiva, mas a posse do Jader Barbalho deu depressão e os lindos planos foram por água abaixo.

Isto não significa que não queira me despedir de vocês este ano. Afinal de contas, são vocês, pessoas perseverantes que leem os textos até o fim, comentam e repassam por aí é que fazem esse bloguinho continuar, né? É aí que entra o auditório do Sílvio Santos e diz: ÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉ.

Então vamos lá. 2011, para o blog… Eu não sei como vocês acham que foi, mas vou contar o que vi daqui. Preparem-se, a coisa vai ficar pessoal, com toques de dramalhão mexicano e pitadas de desenhos japoneses sem pé nem cabeça (mas que todo fã adora).

Foi um ano cheio para o TSL. A mudança foi um divisor de águas – ou a Cólera do Dragão, pra quem assim preferir. Não foi só o endereço que mudou, foi a identidade. Quando o Geek Girl caiu, e soube que não teria conserto, passei um bom tempo pensando em largar. Porque entre trabalho, estudo e vida pessoal, o tempo era ZERO. E para reabrir, eu teria de começar do zero. E sabendo zero sobre tudo que teria de fazer. É zero demais pra uma pessoa só, não?

Eu poderia ter desistido pra viver de mimimi na nets. Mas alguma coisa dizia pra ir em frente. No meio do caos da nada-mole-vidinha, algo dizia que este seria o ponto de equilíbrio. E lá fui eu, enfrentar o Grande Zero, sem Bankai, sem Daileon, sem Jiraya, sem nada. É essa a hora da trilha sonora épica de batalha.


(Aos leitores fãs de Bleach até o fim da saga Seireitei e que pararam de acompanhar: ouçam de olhos fechados. Esta realidade do anime dói.)

Hoje, fico feliz de consolidar o TSL, de ter “bala na agulha” pra participar – e ter classificação – em prêmios como o Top Blog. Fico feliz de saber que nesse mundinho, não sou tão irrelevante assim: 700 visitas mensais podem ser catota de nariz pra gigantes como o Vestiário e o Papo de Homem, mas pra pessoa que detesta ser vista pra dar oi no corredor (eu), é uma marca extraordinária. Fico feliz de ter superado no portal solo as metas estabelecidas lá no portal Geek Girl.

Fico feliz de levar, com o TSL, o Hipnoseries – calma, aos trancos e barrancos, mas vamos – e de saber que tenho coisas a oferecer pra essa tal de “cultura pop”. Não vivo só de Niezstche, também tenho meus dias Bitchney. E com a equipe do Hipnoseries, posso explorar isso sem perder a inteligência.

Fico feliz de ter certas habilidades reconhecidas por pessoas há muito estabelecidas na blogosfera, exatamente pelo cuidado que dispenso ao Hipnoseries e ao TSL. Pode parecer que quero confete, mas não é por aí: quando alguém que manja das coisas olha pra você e diz “você manda bem”, é um marco. Sempre é.

Fico feliz de conhecer blogueiros como o Daniel Duende, o André Pacheco, dona Borboletando, meu professor Wallace Magri, a Beatriz Galvão e tantas outras pessoas, totalmente diferentes – e com blogs completamente opostos – mas que ensinam sempre um bocadinho pra cuidar da casa aqui. Fico feliz de ter amigos sagazes como o Lenon Marcel, o Rafael Tasca, o Vinícius Benincasa e o Nicolay Bigasz, os caras que realmente entendem de internets e me salvam sempre que me meto numa fria (sob muitos protestos). Fico feliz de, no meio de tanto serviço de hospedagem horroroso, ter encontrado a Prelude Hosting, que cabe no meu bolso, fornece tudo que eu quero/preciso e não demora NADA pra isso.

Fico feliz de ver que não estou sozinha em tudo que observo do país e do mundo: apesar de ainda faltar muita coisa, as pessoas buscam informações, e querem aprender a jogar o jogo do poder e do saber, pra tomar frente nas decisões do país. Falta muita stamina, mas é muito bom ver que o senso de necessidade de mudança e de união dos povos pra que isso aconteça já está presente.

É isso. Crescendo e digievoluindo. O blog ainda é adolescente, então muita coisa vai mudar. Espero que todos gostem do que vem por aí.

Agradeço a vocês, pessoinhas, por lerem, darem opiniões, participarem, xingarem, darem a louca, discutirem comigo no Facebook – pra fazer parte do Panteão dos Parvos, aquela maravilha – e estarem presentes. Tanto os novos leitores, quanto os antigos. Vale também pra quem acompanha do Facebook, de longe. Ou do Twitter.

É isso. Espero que todos tenham um ótimo final de ano. E como dizem os maias, que vivam 2012 intensamente, como se fosse o último ano de suas vidas. >D

Sinto que este texto está feliz demais. Ah é, não está. Nosso herói do Judiciário, Joaquim Barbosa, foi derrotado nesta batalha. E lá está o imundo Jader Barbalho no poder.

Mas pensamos nisso em 2012, certo? Está na esquina. Até lá.

Lekkerding 237 posts

Cúspide e Gêmeos e Câncer. Corinthiana não praticante. Indie até os ossos. Advogada. Blogueira. Eterna estudante. Jogadora de handebol e de rugby, aposentada compulsoriamente. Fã de cerveja, de um bom papo, da internets e da (boa) política. Amante de David Bowie e de Florence & the Machine. Chata. Sem mais.

  • Lekkerding

    Tim tim! Um brinde aos Sangreal! hahaha

  • Nicolay

    Que o blog continue crescendo! Tim tim!

  • Lekkerding

    Feliz 2012 pras selvas! hahahahaha

  • rafael

    Feliz 2012 pra você, pro blog e pra todos nós que conseguimos manter o humor e a esperança de que as coisas ainda tem jeito mesmo com as caretas e língua da família Barbalho 😛

"Quem sabe respirar o ar de meus escritos sabe que é um ar das alturas, um ar forte. É preciso ser feito pra ele, senão há o perigo nada pequeno de se resfriar. O gelo está próximo, a solidão é monstruosa (...) Quanta verdade suporta, quanta verdade ousa um espírito? Cada vez mais tornou-se isto pra mim a verdadeira medida de valor. Erro não é cegueira, erro é covardia... Cada conquista, cada passo adiante no conhecimento é consequência da coragem, da dureza consigo, da limpeza consigo... Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles... Lançamo-nos ao proibido: com este signo vencerá um dia minha filosofia, pois até agora proibiu-se sempre, em princípio, somente a verdade."

Friedrich Nietzsche

Porque toda semana - lembrem-se, minhas semanas são relativas - deixarei algo bacana pra vocês verem/ouvirem. Espero que gostem das escolhas.