blog-post-img-4226

Filmes INSANOS que você precisa ver

2921997-dafuqCalma, gente, não estou aqui pra recomendar aberrações cinematográficas estilo “A Serbian Film“. Não é isso. Deu vontade de mostrar alguns filmes que provavelmente passaram longe dos radares de estreias e ficaram no ostracismo da nets. E que, à primeira vista, são super estranhos. Mas aí, a gente aperta o play e embarca numa viagem insana de mais ou menos duas horas. E quando termina essa viagem, a imagem vale mais que mil palavras…

Pois é. Mas depois, passa o choque da viagem pseudo-psicodélica, a gente pensa na experiência e vê que foi bacana. Algo inesperado, que agregou algumas coisinhas para a vidinha. É por isso que resolvi fazer essa lista: são filmes insanos – doentes – que no fim foram um ótimo pacote de entretenimento. Vamos lá.

Antiviral

Eu achei que isso era coisa do Lars Von Trier – o manolo que adora fazer filmes sonoros, com histórias insanas e que te deixam meio “meh” da vida. Mas o “pai” dessa criatura cinematográfica é Brandon Cronenberg. A insanidade desse filme é impressionante, mas faz a gente pensar: até onde vamos com esse culto maluco às nossas celebridades? Será que um dia chegaremos ao cúmulo mostrado no universo de Syd March? Ah, a cultura pop. Ela é tão linda e tão colorida que a gente esquece desse ladinho tenebroso dela.

Children of Men

Esse não é tão doente, mas… Pera, é doente sim. Vejam o filme e apenas imaginem um mundo desses. Imaginem que a maioria dos adolescentes hoje andando na rua nunca nasceu. Imaginem… Um mundo sem juventude. Sem crianças. Como será que a coisa ficaria? O filme parte disso e fica cada vez mais distorcido. E você, que nunca gostou de crianças, se vê respeitando os pequenos diabinhos.

Atonement

Ah, sim. Isso sim é doente. O James McAvoy sendo lindo o tempo todo na tela distrai a gente, mas se piscarmos por um segundo, entendemos o quão doente isso é. Quantas vidas foram estragadas por conta de uma historinha infantil? Quanto mal não veio da falta de compreensão de um par de olhos? Como se conserta o que aconteceu aqui? E como o ser humano vive com uma coisa dessas na consciência? Já pensaram em quantas histórias no mundo têm uma Briony no meio? Pois é, muitas. Isso acontece. Em outros termos, mas acontece. Doente. Insano.

Argo

Sim, doente! Mas esse aqui é insano por ser fantástico. Imaginem que coisa maluca montar uma operação insana como essa e sair ileso (ou quase) dela. As pessoas que fizeram parte dessa situação impossível são praticamente precursoras dos Vingadores! Se pararmos pra pensar, o que se realizou aqui é equivalente da vida real a parar uma invasão alienígena no último segundo com só 6 pessoas… Fantástico! Vale a pena pensar um pouquinho na insanidade da superação humana.

Donnie Darko

O cult dos filmes doentes. Nem preciso comentar, né? Aposto que todo mundo já viu umas 15 vezes – e ainda não entendeu o final. A coisa piora quando a gente para pra ler as teorias metafísicas malucas sobre N coisinhas do filme. Hollywood queria ter um equivalente cinematográfico a Neon Genesis Evangelion (que deveria entrar na lista; é um anime doente, afinal de contas); acho que conseguiu.

Antichrist

Ah, um autêntico exemplar Lars Von Trier. Um enredo maluco, uma fotografia densa – e tensa – e uma sonoridade perturbadora. Acaba o filme, a gente senta em choque. Demora pra processar e entender o que acabou de passar na frente. Aí a gente entende e quase desiste de viver. Doente, insano, completamente esquizofrênico. Esse é Lars Von Trier.

Sen to Chihiro no Kamikakushi

Ok, isso não é insano. Pera, é. Mas é uma insanidade boa. É mais uma infantilidade extrema – ou uma recusa solene a crescer. É bacana ser criança de novo e achar toda a maluquice do mundinho d’A Viagem de Chihiro normal. Recomendo pra renovar energias: alô você, universitário esgotado, esse é seu remédio para recuperar o fôlego. Dê uma voltinha com a Chihiro e depois embarque no mundo da Paprika. Satisfação garantida.

Ghost in the Shell

E já que nossas insanidades cinematográficas foram parar no Oriente, não posso esquecer de colocar Ghost in the Shell na lista. Há quem diga que Matrix trouxe um conceito mega revolucionário sobre o mito da caverna e as relações entre humanos e máquinas (e muitas outras coisas pseudo-psicodélicas). Quem diz isso, não conhece essa história e nunca se perdeu no mundinho esquizofrênico de Motoko Kusanagi.

Oldboy

Primeiro lugar da lista. Porque isso aqui é doente. DOENTE. Loucura total. Aliás, esse aqui vai um pouco além da loucura:
tumblr_msp29nqsxv1ss591eo1_500
Não vou comentar nada, pra não fazer spoiler. Vocês PRECISAM ver e entender a extensão da terra além da esquizofrenia que é esse filme. Aliás, isso é tão importante que Hollywood resolveu fazer sua adaptação da insanidade. Claro que será mais suave, pra atender os padrões das telonas americanas. Por isso, vejam o original. Vejam.

É isso, pessoal. Uma semana saudável pra todo mundo – vamos deixar nossos surtos nos filmes, ok? Até a próxima!

Lekkerding 237 posts

Cúspide e Gêmeos e Câncer. Corinthiana não praticante. Indie até os ossos. Advogada. Blogueira. Eterna estudante. Jogadora de handebol e de rugby, aposentada compulsoriamente. Fã de cerveja, de um bom papo, da internets e da (boa) política. Amante de David Bowie e de Florence & the Machine. Chata. Sem mais.

"Quem sabe respirar o ar de meus escritos sabe que é um ar das alturas, um ar forte. É preciso ser feito pra ele, senão há o perigo nada pequeno de se resfriar. O gelo está próximo, a solidão é monstruosa (...) Quanta verdade suporta, quanta verdade ousa um espírito? Cada vez mais tornou-se isto pra mim a verdadeira medida de valor. Erro não é cegueira, erro é covardia... Cada conquista, cada passo adiante no conhecimento é consequência da coragem, da dureza consigo, da limpeza consigo... Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles... Lançamo-nos ao proibido: com este signo vencerá um dia minha filosofia, pois até agora proibiu-se sempre, em princípio, somente a verdade."

Friedrich Nietzsche

Porque toda semana - lembrem-se, minhas semanas são relativas - deixarei algo bacana pra vocês verem/ouvirem. Espero que gostem das escolhas.