blog-post-img-186

Heal the World

“Eu andava desanimada, sem inspiração, desgostosa da existência mundana repleta de NX Zero, Good Charlotte, Restart e HSM. A vida toda andava um grande vidro de catchup – misturado com tabasco, vermelho vivo e bem leitoso, com a consistência certa pra foto. Ninguém dava atenção, ninguém dava carinho, nada… Nem rendiam homenagens às minhas fotos nua no celular! Nem um brindezinho pro #lingerieday ganhei! Eu era uma celebridade instantânea fracassada.

Foi então que tudo se transformou. A luz entrou em minha vida quando as Bispas atravessaram meu caminho e convidaram a aceitar Saint Michael no coração. No início, eu relutei, como todo impuro se debatendo nas trevas. Mas o amor das criancinhas de Saint Michael tocou a minha alma perdida; eu caí de joelhos em oração, ergui as mãos aos céus e segui as orientações da Bispa Borboletando, enquanto o reflexo nu e attention whore minha vida egressa saía do espelho em moonwalk. Hoje sou feliz, renascida e curada em Saint Michael. Serva fiel da luva de brilhantes, fui ungida pelo amor das criancinhas e nunca mais sairei com as trevas de Créu que liberam sim, ou vestirei saias de purpurina – agora só uso camisas de seda e mocassins com meias, como manda o Rei. Sou uma Michaelã ungida e agradeço as bênçãos do moonwalk todo dia”

Depoimento emocionado de Vanessão Hudgens sobre sua conversão ao Michaelismo, o verdadeiro caminho para a paz na Terra e para o amor de todos. A graça do moonwalk opera milagres, transforma vidas e move multidões ao redor do globo. E Saint Michael escolheu a mim, Lekkerding, e a Vivi Borboleta como emissoras universais da Oração que Cura. Não tenha ódio no coração, irmão. Não tenha intolerância. Não tenha preconceito. Não tenha prepotência. Não tenha ignorância. Ame seu irmão, mesmo quando ele abrir um blog para espalhar estas coisas de Créu, o Demonho Bisonho pela internets. Ame seu irmão, mesmo que sejam 18 horas, as portas do trem se abram na estação Sé do metrô e você se veja cercado de pessoas que não conhecem a substância mágica conhecida como desodorante. Ame seu irmão, mesmo que ele acredite que o Twitter é o My Space, filial do PROCON, latrina pública, lista de indicação para o Oscar ou afins lamentáveis. Ame seu irmão, mesmo que ele se encaixe na terrível síndrome de Hilton-Gaga. Ame seu irmão, mesmo que ele acredite que entupindo o trânsito na Avenida Paulista e enchendo os ouvidos de quem mora nas redondezas com os sons bisonhos conhecidos como axé e funk em pleno sábado à tarde, vai mudar o país. Ame seu irmão, mesmo que ele acredite que jornalismo televisivo existe pra fazer fofoca. Ame seu irmão, mesmo que nele você encontre as trevas. Ame seu irmão, mesmo que seja a Thula Luana. Só o amor liberta, irmãos. Só o amor das criancinhas constrói.

Quando você sentir a escuridão deste mundo cercando por todos os lados, e perceber que está prestes a cair num abismo de ódio, raiva, mimimi e colapsos nervosos, se acreditar que está a um passo de seguir a receita do serial killer Dexter Morgan… Lembre-se, irmão. Lembre-se de Mufasa e das sábias palavras da Bispa Borboletando, erga as mãos aos céus e entoe com fervor:

“Saint Michael que está no céu, purgando nossos pecados, ungindo nossas vidas, nos dê a benção do moonwalk… OREMOS NA CANÇÃO QUE SALVA!”

Vejam, são muitos os irmãos no planeta, convertidos, salvos e abençoados no amor das criancinhas. São tantos, que as Bispas agora pedem doações para a construção do primeiro templo da Igreja Intergalática do Reino de Michael, que será localizada no Acre, com resorts magníficos e atrações importadas diretamente da ilha de Lost. Tudo para acender a chama do amor das criancinhas nos corações da Humanidade. Em nosso templo, passarinhos verdes dançarão todos os dias ao som de Beat It para dar alento e alegria aos necessitados. Teremos espetáculos grandiosos e sem playback a qualquer tempo. Saint Michael partilhou sua visão com as Bispas, e cabe a vocês, irmãos, ajudá-las a concretizar a obra da luva de brilhantes. Façam suas doações! O Michaelismo conta com vocês!

We love you! Heal the world!

*porque com as palhaçadas evangélicas – em Cristo, se preferirem, mas eu acho que Jesus ficaria ofendido com a associação – a gente precisa respirar, manter a leveza, e deixar pra lá. Desde já agradeço a Vivi por inventar o mantra e alimentar a loucura desta insolente aqui.*

Originalmente postado no TSL em 16 de agosto de 2009.

Lekkerding 237 posts

Cúspide e Gêmeos e Câncer. Corinthiana não praticante. Indie até os ossos. Advogada. Blogueira. Eterna estudante. Jogadora de handebol e de rugby, aposentada compulsoriamente. Fã de cerveja, de um bom papo, da internets e da (boa) política. Amante de David Bowie e de Florence & the Machine. Chata. Sem mais.

"Quem sabe respirar o ar de meus escritos sabe que é um ar das alturas, um ar forte. É preciso ser feito pra ele, senão há o perigo nada pequeno de se resfriar. O gelo está próximo, a solidão é monstruosa (...) Quanta verdade suporta, quanta verdade ousa um espírito? Cada vez mais tornou-se isto pra mim a verdadeira medida de valor. Erro não é cegueira, erro é covardia... Cada conquista, cada passo adiante no conhecimento é consequência da coragem, da dureza consigo, da limpeza consigo... Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles... Lançamo-nos ao proibido: com este signo vencerá um dia minha filosofia, pois até agora proibiu-se sempre, em princípio, somente a verdade."

Friedrich Nietzsche

Porque toda semana - lembrem-se, minhas semanas são relativas - deixarei algo bacana pra vocês verem/ouvirem. Espero que gostem das escolhas.