blog-post-img-2449

Invasão Alien

Olá! Prontos pra mais uma listinha? Então vamos lá. No último domingo, foi ao ar nos Estados Unidos – e nos links de download camaradas – o último episódio da série Falling Skies. Pelo menos, até o momento; confirmaram 10 episódios, os 10 foram exibidos, e não há sinal de extensão da temporada.

Já não era sem tempo, certo? Não sei vocês, mas eu achei a série muito morninha. Piegas, cheia de clichês, e com uma história um pouco boba. Talvez isso ocorra porque gosto de filmes e séries de ETs, e já vi demais. Não entendo porque sempre que temos ETs no meio, a coisa tem que ser guerra total, ou paz e amor.

Fato é que todo ano, temos pelo menos um filme ou série falando de aliens. Eles voltam mais que o Jason. O tema é interessante, oras. Nós é que teimamos em fazer do jeito chato.

Enfim, acompanhar Falling Skies – porque antes de criticar, temos de saber do que falamos – me fez lembrar vários filmes e séries exibidos sobre os habitantes de outros mundos. E também me trouxe as impressões desses trabalhos de outrora. Resolvi dividir com vocês, e aí vai.

Intruders

Essa série de 1992 compila mais de 600 casos “verídicos” – porque no creo em las brujas, pero que las hay, las hay – de abduções em dois personagens, mostrados lidando com os ecos dessas experiências em suas vidas. Gostei bastante dessa série porque, apesar de só faltar os ETs juntarem as mãos e cantarem “sou da paz”, ela leva ao questionamento. Com tantas evidências, aparições, relatos e afins… Podemos mesmo dizer que não existem? Fica a dúvida. Recomendo.

Infelizmente, não encontrei um trailer ou um bom clip de Intruders pra dividir aqui. Mas fica o aviso: o blockbuster de Clive Owen NÃO é refilmagem, ok?

The Fourth Kind

Esse faz parte da ala “os aliens não são seus amigos”, mas nem por isso deixa de empolgar. Há toda uma polêmica sobre a veracidade das tais gravações exibidas no filme, que se apresenta como uma encenação de fatos ocorridos na cidade de Nome, no Alasca. Apesar da controvérsia, Nome realmente é fonte rica para estudos e especulações na área da Ufologia.  Além disso, as referências aos símbolos e imagens relatados por pessoas abduzidas são incorporadas ao filme de um jeito sensacional. Vale a pena ver.

Alien

Ah, tá. Falar de ETs e não falar do melhor amigo da Tenente Ripley é balela, né? Sem contar que este é um dos poucos filmes que não apresenta os aliens como mega vilões from hell ou super hippies felizes. Os aliens são… Outra espécie. E querem sobreviver. Não sabemos de onde saíram, porque acham que humanos podem garantir sobrevivência, pra onde vão daqui… Só sabemos que eles querem viver, e que isso pode atrapalhar nossas vidinhas. Esse filme mora no meu coração.

K-Pax

Ok, eu amo Kevin Spacey, e amo alien movies. Junte os dois. O que acontece? Algo épico, no mínimo. E esse filme, é isso. Tudo bem que Prot é mais um do time “sou da paz”, mas como Intruders, levanta a bola para o espectador. Você acredita? Bom… No Kevin Spacey, eu acredito.

The X-Files

Ah tá, de novo. Dá pra falar de aliens sem lembrar de Mulder e Scully? Claro que não! Tudo bem que ignoro SOLENEMENTE tudo que ocorreu na série após a gravidez da Scully (pra mim, a graça foi embora aí), mas tudo nessa série era clássico. Mais que dúvidas e considerações, Arquivo X sempre nos deu a possibilidade de simplesmente acreditar. Essa série também mora no meu kokoro.

The Forgotten

Mais um do time “os aliens não são seus amigos”. Mas pra esse, faço uma ressalva. Ninguém tem certeza sobre a vinda ou não dos ETs ao nosso humilde planetinha, mas as maldades feitas aqui aos humanos, por puro esporte, nos faz imaginar como a vida seria se eles realmente não fossem amigos. Nada de bombas e desintegração imediata. A onda é destruir o homo sapiens por dentro.

The Hitchhiker’s Guide to the Galaxy

Esse não é um filme de ET comum. Também, pudera: se o mundo acabar hoje e tivermos que mendigar asilo em Plutão – o planeta que rebaixamos recentemente – já temos um manual pra chegar lá! E bom, todos nós sabemos a resposta. Tem que ver qual é a pergunta.

Enemy Mine

Olha, esse filme mora no meu coração por razões especiais. Porque nunca na vida um homem será tão humano quanto o alien horrendo de Louis Gossett Jr. A vida ensina a todos, terráqueos ou não.

Contact

Bom, aqui, a coisa muda de figura. Os ETs aqui são apenas coadjuvantes. A batalha é nossa. É você quem decide se acredita, ou não. A mensagem está lá. Você vai ouvir? Vai prestar atenção? Ou vai deixar pra lá? Acredito que este filme tenha sido produzido por alienígenas. Afinal de contas, não vemos o lado deles aqui. Só o nosso, cheio de rachaduras.

É isso. Claro que não preciso citar os clássicos, como E.T., Cocoon, Invasores de Corpos, Guerra dos Mundos, O Segredo do Abismo e M.I.B., né? Divirtam-se. E lembrem-se: a verdade está lá fora.

Lekkerding 237 posts

Cúspide e Gêmeos e Câncer. Corinthiana não praticante. Indie até os ossos. Advogada. Blogueira. Eterna estudante. Jogadora de handebol e de rugby, aposentada compulsoriamente. Fã de cerveja, de um bom papo, da internets e da (boa) política. Amante de David Bowie e de Florence & the Machine. Chata. Sem mais.

"Quem sabe respirar o ar de meus escritos sabe que é um ar das alturas, um ar forte. É preciso ser feito pra ele, senão há o perigo nada pequeno de se resfriar. O gelo está próximo, a solidão é monstruosa (...) Quanta verdade suporta, quanta verdade ousa um espírito? Cada vez mais tornou-se isto pra mim a verdadeira medida de valor. Erro não é cegueira, erro é covardia... Cada conquista, cada passo adiante no conhecimento é consequência da coragem, da dureza consigo, da limpeza consigo... Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles... Lançamo-nos ao proibido: com este signo vencerá um dia minha filosofia, pois até agora proibiu-se sempre, em princípio, somente a verdade."

Friedrich Nietzsche

Porque toda semana - lembrem-se, minhas semanas são relativas - deixarei algo bacana pra vocês verem/ouvirem. Espero que gostem das escolhas.