blog-post-img-2479

Lembranças de uma infância animística

Neste fim de semana insano, estava eu em casa, de bobeira, quando o Facebook começou a mostrar revivals de um tempo há mundo perdido: o tempo dos bons animes na TV.

Pra você, que caiu na Terra agora e não sabe o que é isso, a Wikipedia ensina. Animes são os desenhos animados produzidos no Japão. Não, não são como os desenhos da Disney: os animes são desenvolvidos com tecnologia própria e tem pra todos os gostos.

Houve um tempo mágico nesta Terra, onde a Sessão da Tarde passava Conan, o Bárbaro, sem cortes (ou quase). Nesse tempo tão saudoso, existia aquela que mora nos corações das crianças crescidas até hoje: a TV Manchete. Não levem a mal: o SBT exibiu muitos animes bacanas. A Globo, também (em termos). Mas em educação animística, ninguém bate a TV Manchete. A emissora, com a programação infantil super variada – tinha coisas de todo país passando por ali – e personagens cativantes, educou muita gente por aí. Muitos animes deliciosos surgiram nessa “conversinha” da Facebook – que acumula quase 600 respostas, e continua crescendo. Decidi fazer uma lista – pra variar – dos animes mais bacanas da infância. Vamos lá?

000Rurouni-Kenshin-WallpaperRurouni Kenshin. Ou Samurai X. O nome não interessa, quando o anime vai além da excelência e supremacia. Passou na Rede Globo em 1999 – com MUITOS cortes, para tristeza geral da nação, que já era obrigada a aguentar a Angélica antes e depois do desenho. Mas o lendário Battousai, o ronin que usava sua espada com a lâmina invertida para nunca mais tirar uma vida ensinou muitas crianças sobre coragem (de verdade), honra e amizade. Também ajudou nas lições de História – porque muita gente resolveu estudar um pouco quando descobriu que a história de Battousai era baseada em fatos reais, e acabou aprendendo muita coisa sobre a cultura japonesa.

2008_Dragon_Ball_ShortDragon Ball Z. É simples: se você não sabe o que é um Sayajin, você não teve infância! Esse passava no Cartoon Network, na Band e na Globo também (o Goku fez a festa do caqui na TV aberta). Goku ensinou que os estudos são importantes; só ralando muito nos treinos (e às vezes apanhando nas lutas), ele conseguiu se tornar um Sayajin completo. Ele também ensinou que, mesmo sendo o cara mais poderoso da Terra, sua maior força não está em sair matando inimigos (só quando eles merecem de verdade). Sempre há chance de trazer as pessoas para o bem. Basta lembrarmos do Piccolo, do Majin Boo e do próprio Vegeta. Esse, aliás, nunca me enganou. Sempre soube que era a Whitney Houston disfarçada.

Honey_Honey_Fanart_by_linceHoney Honey. Ok. Você lembra de ter visto isso? E quando menciona, seus amigos riem e dizem que isso nunca existiu? Acalme-se. Você não é louco e esse desenho existiu sim. Passava no SBT, com o nome de Favos de Mel. Ficou no ar de 1987 a 1991. Se tem uma coisa que esse anime – ou sua memória – ensina bem, é nunca deixar de acreditar em si mesmo. Um dia, as coisas acontecem, alguém coloca o vídeo no Youtube e você pode provar a todos que a princesa Flora era uma mala e que a Lili era a melhor gatinha do universo.

Yu_Yu_Hakusho017Yu Yu Hakusho. Estamos diante de um legítimo exemplar da TV Manchete. Yu Yu Hakusho era exibido logo após os Cavaleiros do Zodíaco, naquele programa com a menininha vestida de princesa alienígena japonesa. A saga fala da vida-morte-ou-quase de Yusuke Urameshi, um bad boy que no fundo tem um ótimo coração. E é exatamente isso que Yusuke nos ensina: se você for bom, não tenha medo de mostrar isso. É o que vai te dar uma segunda chance na vida. Siga sempre fazendo o bem, e tudo ficará… Bem. E claro, não podemos esquecer os amigos – mas o valor das amizades está implícito em todos os animes.

streetfighteriivictoryeo2Street Fighter II. Novamente, você se lembra disso? E seus amigos dizem que nunca existiu? Calma, você não foi vítima de uma alucinação televisiva. O SBT exibia esse anime aos fins de semana, lá nos anos 90. O anime muda bastante a cronologia e a apresentação dos personagens. Aqui, a criançada aprendeu três coisas – além da importância das amizades, bem clara entre Ken, Ryu e Chun-Li. A primeira: se você apanhou do Guile, vá treinar mais, porque ele não é uma Brastemp no ringue. A segunda: deixar o Vega louco de ciúmes não é uma boa ideia. E a terceira: se você tem problemas psicológicos, vá se tratar. Não desande a criar planos mirabolantes para dominar o mundo controlando pessoas com microchips mentais.

1As Aventuras do Pequeno Príncipe. Pois é, muita gente vai sair do manicômio com essa. Esse desenho existiu, e você não é louco por lembrar dele! E digo mais: era um anime! O SBT exibia esse desenho, na mesma época de Honey Honey. As lições do Pequeno Príncipe não precisam ser repetidas; todos nós levamos Saint-Exupéry no coração – e de vez em quando, na testa, quando esquecemos do que disse um dos mestres da vida.

Então, é isso: uma listinha curta – senão o povo se empolga e ficamos como a conversa de Facebook, com 600 respostas e muita saudade. Faltou bastante coisa? CLARO! Que tal complementarmos este texto com os comentários? Conte os animes da sua infância e o que eles ensinaram. Boa semana a todos!

Lekkerding 237 posts

Cúspide e Gêmeos e Câncer. Corinthiana não praticante. Indie até os ossos. Advogada. Blogueira. Eterna estudante. Jogadora de handebol e de rugby, aposentada compulsoriamente. Fã de cerveja, de um bom papo, da internets e da (boa) política. Amante de David Bowie e de Florence & the Machine. Chata. Sem mais.

  • Pingback: Velha Infância [2]()

  • Shurato me ensinou que quando um menina desconhecida te rouba seu primeiro beijo não é tão ruim assim!
    E Samurai Warriors me ensinou que meninas que não usam máscara batem mais forte que macho mascarado! 8D

  • Lekkerding

    Oras, fale aí! O que eles te ensinaram? Lembro que Shurato ensinou que nem todo Gandhi é bonzinho e quer salvar o mundo. hahaha

  • Yu-yu Hakushô teve a melhor trilha sonora em portuga! >< E por incrível que pareça não teve CD ou disco disso! Maldita Manchete! Maldita Tikara filmes!
    Ah, fale de Shurato e Samurai Warriors, os concorrentes de Cavaleiros do Zodíaco! 8D

"Quem sabe respirar o ar de meus escritos sabe que é um ar das alturas, um ar forte. É preciso ser feito pra ele, senão há o perigo nada pequeno de se resfriar. O gelo está próximo, a solidão é monstruosa (...) Quanta verdade suporta, quanta verdade ousa um espírito? Cada vez mais tornou-se isto pra mim a verdadeira medida de valor. Erro não é cegueira, erro é covardia... Cada conquista, cada passo adiante no conhecimento é consequência da coragem, da dureza consigo, da limpeza consigo... Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles... Lançamo-nos ao proibido: com este signo vencerá um dia minha filosofia, pois até agora proibiu-se sempre, em princípio, somente a verdade."

Friedrich Nietzsche

Porque toda semana - lembrem-se, minhas semanas são relativas - deixarei algo bacana pra vocês verem/ouvirem. Espero que gostem das escolhas.