blog-post-img-6142

Os filmes pra encerrar as férias

Esse post faz parte dos memes do ROTAROOTS de janeiro. A temática sugerida: 5 sitcoms ou filmes pra ver nas férias. Se quiser fazer parte do grupo, veja o povo no Facebook e se inscreva no Rotation.

As férias estão no fim? Sim. Isso significa que não podemos ver mais nada? Claro que não! O que é uma maratona de 3 temporadas para um seriador convicto, senão algumas horas na Matrix? E uma sessão pipoca no PC, gente? Pois vamos lá, que temos bastante coisa pra cumprir aqui. Vou falar de 5 filmes que você definitivamente deveria colocar na maratona de aquecimento pra volta às aulas. Olha só o repertório – prioridade para as novidades de 2014 que escaparam da nossa cinefilia compulsiva.

– Corações de Ferro: é, o filme de guerra do Brad Pitt que foi vazado na internet. No Brasil, vem pras telonas em fevereiro. Ele se destaca porque… Brad Pitt, gente. É um bom filme; as performances são sólidas. Há algo de especial no filme, sobre as relações entre os soldados. O diretor queria fazer uma homenagem aos que perderam a vida lutando na guerra, e o filme cumpre esse propósito bem.

tumblr_nhpt1teKjn1s7ewe4o3_r1_250 tumblr_nhpt1teKjn1s7ewe4o5_r1_250

Cake: todo mundo está comentando a performance da Jennifer Aniston nesse filme… E com razão. Ela fez um trabalho excelente aqui (chego a dizer que dá pra comparar com o que Julianne Moore fez em Para Sempre Alice). Cake tem uma história muito envolvente (e mais que isso, faço spoiler). Vale a pena ver isso e sentir um pouquinho do trauma na pele… Bom, na tela, mas vocês entenderam.

tumblr_ni6orzCRjM1qf0rpdo10_250tumblr_ni6orzCRjM1qf0rpdo7_250

O Protetor: Denzel Washington está tentando fazer um bom filme de ação há algum tempo. Bom… Há muito tempo. E acho que aqui, deu certo. Aliás, certo não define: deu BADASS. Acho que ele finalmente conseguiu fazer um herói. Marvel, chama o Denzel! Ele merece fazer parte do universo cinematográfico de vocês.

anigif_enhanced-15555-1411741528-2

 – Mil Vezes Boa Noite: um filme sobre propósitos na vida e amores maiores que ela. Como faz pra equilibrar tudo isso? A gente sente tudo que todo mundo sente aqui, não dá pra tomar um lado. Pode comprar a caixinha de lenço, porque as lágrimas vão rolar, querendo ou não. E trilha sonora pela linda Ane Brun. Pra tem vocações e amores exigentes e não sabe equilibrar isso, vai ficar pessoal. Já vou avisando.

tumblr_nbfsz22eYU1tcxkqzo5_r1_500tumblr_nbfsz22eYU1tcxkqzo8_r1_500

O Grande Hotel Budapeste: acho que o filme não sabia que ia ser tão aclamado pelas pessoas. Mas foi, e com razão. A história contada é muito bonita. Nem sei como descrever, mas achei esse filme encantador. Gosto desse ritmo de contar a história, desse estilo burlesque de apresentar as pessoas nela, enfim. Adoro quando nem vejo o filme me levando, de tão encantador que está. E o Grande Hotel Budapeste é desses. Super recomendo, mas você pode discordar. O Hawkeye discordou.

tumblr_inline_nib11xMsIG1rtazpytumblr_inline_nib17fjHw11rtazpytumblr_inline_nib1trA2IT1rtazpytumblr_inline_nib1qbTxdd1rtazpy

Então foi isso que aconteceu, gente? Entendi…

Chega, né? São só 5 indicações (eu já ia tirar mais 5 aqui), então deixo vocês descansarem com essas. Espero que gostem – como sempre indico velharias, dessa vez achei melhor trazer as coisas mais frescas da feira do filme. E deu nisso. Esses foram os filmes de 2014 que mais gostei – e quem não os viu ainda, não pode deixar passar 2015 sem!

Lekkerding 236 posts

Cúspide e Gêmeos e Câncer. Corinthiana não praticante. Indie até os ossos. Advogada. Blogueira. Eterna estudante. Jogadora de handebol e de rugby, aposentada compulsoriamente. Fã de cerveja, de um bom papo, da internets e da (boa) política. Amante de David Bowie e de Florence & the Machine. Chata. Sem mais.

Comentários

  1. […] a lado nesse Oscar, as duas suaram muito, e deram um banho na telona. Esse filme já apareceu numa lista aqui no Hipnoseries, e sim, recomendo vivamente que […]

"Quem sabe respirar o ar de meus escritos sabe que é um ar das alturas, um ar forte. É preciso ser feito pra ele, senão há o perigo nada pequeno de se resfriar. O gelo está próximo, a solidão é monstruosa (...) Quanta verdade suporta, quanta verdade ousa um espírito? Cada vez mais tornou-se isto pra mim a verdadeira medida de valor. Erro não é cegueira, erro é covardia... Cada conquista, cada passo adiante no conhecimento é consequência da coragem, da dureza consigo, da limpeza consigo... Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles... Lançamo-nos ao proibido: com este signo vencerá um dia minha filosofia, pois até agora proibiu-se sempre, em princípio, somente a verdade."

Friedrich Nietzsche

Porque toda semana - lembrem-se, minhas semanas são relativas - deixarei algo bacana pra vocês verem/ouvirem. Espero que gostem das escolhas.