blog-post-img-973

Para onde vai meu voto – parte 2

Alô vocês. Como disse antes, é tempo de eleição. Temos doze candidatos à Prefeitura de São Paulo. Já declarei pra vocês a primeira opção que tenho, a Soninha. Já contei que voto nela porque ela tem muitos projetos para São Paulo. Ela se mostra uma administradora muito capaz para a cidade, e Sampa precisa disso – não precisamos de malucos mirabolantes. Precisamos de administradores. De gente que possa arrumar a casa para todos nós.
Entendam: estamos falando da nossa cidade. É São Paulo. Com todos os defeitos e problemas que temos, somos a cidade-modelo do país. O Rio de Janeiro é a cidade-belezinha: todo mundo acha lindo, todo mundo se admira, todo mundo bate palmas. Oba. Mas é pra Sampa que as pessoas olham quando é preciso achar uma solução. Nós temos a obrigação de manter nossos padrões, como o Rio tem obrigação moral de continuar lindo.
Soninha, pra mim, vai manter esse padrão e vai investir pra que as próximas administrações não estraguem o que ela construiu. Por isso, é minha primeira opção. Mas um eleitor de São Paulo não pode ser idiota e voar às cegas num candidato só (ou colocar um palhaço na Câmara dos Deputados… Ops, fizemos isso, não? Podia ser pior. Podíamos ter eleito o Bolsonaro). Temos que avaliar BEM todas as opções. Pois bem. Eu aposto minhas fichas na Soninha, mas vejo aqui um candidato que merece ser considerado.

Além disso, será um prefeito bem fotogênico, depois de tanta gente feia em SP.

Além disso, será um prefeito bem fotogênico, depois de tanta gente feia em SP.

Avalio que este candidato não possui preparo, mas tem uma boa vontade muito grande, digna de todo romântico. Avalio também que há uma equipe bem preparada – embora não seja lá muito respeitável, é preparada – para prestar auxílio. Vejo ainda que há aqui uma base política que facilitaria demais as coisas para a cidade. É alguém que quer tentar resolver as coisas, e demonstra sinceridade nisso, apesar de me parecer “no armário” com algumas coisas. Falo de Gabriel Chalita.

Chalita já demonstrou ser um ótimo contador de histórias em debates, ou só eu reparei que ele sempre se empolga falando e acaba cortado, sem expor totalmente o que queria? Pois é. Mas todas as histórias e cortes tinham seus fundamentos. E nelas, ele demonstrava vontade de consertar o que achava errado. Ele demonstra ser um romântico. Mas não parece estar atuando. Isso é bom, em minha opinião. E julgando pela equipe que tem e pelo apoio político que angariou, tem tudo pra tentar.

Chalita não é como Soninha. Ela quer fazer funcionar. Ele quer tentar resolver. Se houver um segundo turno sem Soninha e com Chalita, voto nele. Se não posso ter quem faça, prefiro alguém que vá pelo menos tentar.
E considerando as relações entre Chalita e Soninha, caso ele seja eleito, Soninha estará lá para fazer funcionar. Ou seja, terei quem quer tentar aliado a quem quer fazer. Uma aliança assim só pode beneficiar São Paulo.
É isso, pessoal. Na próxima, conversamos sobre onde NÃO meter o voto. Já até sabem, certo?

O recado da tia Madonna prossegue. Isso não é um teste, e menos ainda ilusão. É hora de mandar, povo. Hora do processo seletivo para administrar a sua cidade.

Lekkerding 237 posts

Cúspide e Gêmeos e Câncer. Corinthiana não praticante. Indie até os ossos. Advogada. Blogueira. Eterna estudante. Jogadora de handebol e de rugby, aposentada compulsoriamente. Fã de cerveja, de um bom papo, da internets e da (boa) política. Amante de David Bowie e de Florence & the Machine. Chata. Sem mais.

"Quem sabe respirar o ar de meus escritos sabe que é um ar das alturas, um ar forte. É preciso ser feito pra ele, senão há o perigo nada pequeno de se resfriar. O gelo está próximo, a solidão é monstruosa (...) Quanta verdade suporta, quanta verdade ousa um espírito? Cada vez mais tornou-se isto pra mim a verdadeira medida de valor. Erro não é cegueira, erro é covardia... Cada conquista, cada passo adiante no conhecimento é consequência da coragem, da dureza consigo, da limpeza consigo... Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles... Lançamo-nos ao proibido: com este signo vencerá um dia minha filosofia, pois até agora proibiu-se sempre, em princípio, somente a verdade."

Friedrich Nietzsche

Porque toda semana - lembrem-se, minhas semanas são relativas - deixarei algo bacana pra vocês verem/ouvirem. Espero que gostem das escolhas.