Silêncio

Esse negócio de sociedade é engraçado; as pessoas estão sempre cobrando as diferenças uns dos outros, desde que esse status diferentão esteja nos parâmetros desejados. Ninguém gosta de um diferentão roots, desses que formula uma opinião à moda antiga, pensando. Sou dessas pessoas diferentonas. E percebo que estamos formando pessoas cada vez mais propensas a agredir o que destoa, pelo simples fato de destoar. E todos reagem de uma forma homogeneamente insana ao que não agrada, mesmo que essa reação não tenha um objetivo definido. Se perguntar por que não gostam do diferente, ninguém vai saber responder.

tumblr_mg2y0xgYTy1rlpwk5o1_500
Ah, a estupidez da Humanidade. Mas agradecer? Não sei.

É um comportamento problemático, esse da manada. Porque ele não pensa. Não de verdade, pelo menos. E odeia o pensamento, simplesmente por não tê-lo. Pra pessoas assim, se você não segue aquela exata linha, você é o inimigo. O que me espanta é que, com todas as ferramentas à nossa disposição, que deveriam estimular a individualidade e a reflexão, as pessoas caem cada vez mais na malha da manada, com discursos cada vez mais industrializados. Cada vez mais gente fica “de um lado” ou “de outro”.

Quem não quer nada com isso… Bom, é diferentão. Tá errado. Banam. A dissonância não pode vir de um lugar bom. Para a manada, a diferença vem embalada numa racionalização pronta pra te enquadrar em alguma coisa que dê motivos pra ódio. E nem precisa ser verdade, ou sequer existir. Isso está em todo lugar, mas a internet – por ser a internet – faz isso espalhar como um vírus (um bem parecido com a pobreza de espírito, inclusive). Tá ficando complicado. E não é exagero.

Fui expulsa de um grupo no Facebook há um tempo. O motivo eu não sei, mas imagino que esteja ligado a uma discussão sobre o trabalho das Wachowskis. Eu disse que o trabalho delas era ruim. E vi algumas pessoas afirmando o seguinte: “ah, mas você está dizendo que o trabalho delas é ruim porque elas são trans”. Vejam: eu não posso achar o trabalho delas ruim por ter passado anos morrendo de gastrite em filmes como Speed Racer, Jupiter Ascending e Matrix. Tem que ser porque elas são trans, coisa que nada tem a ver com a carreira delas.

greys-anatomy-what-is-wrong-with-you1
O que há de errado com uma pessoa que fala uma coisa dessas? Tudo, né?

Eu não sei de onde saiu essa racionalização industrializada em particular, mas já não estava confortável nesse grupo. Coisas assim eram corriqueiras, e eu não gosto de lugares onde as pessoas são etiquetadas como “da turma” e “diferentonas”, e tratadas de acordo com as tags. O grupo provavelmente não começou assim. Mas é como estava: dominado pela manada. Todo mundo contaminado.

Minha gota d’água foi ver 100-200 comentários num tópico sobre como determinada pessoa não podia ser tal coisa porque ninguém gostava dela. O motivo? A pessoa não falava como os membros do grupo gostariam que ela falasse. Quando se revelou que a pessoa não era exatamente tal coisa, o que mais vi falarem foi “bem feito, tem mais é que afundar mesmo porque não gostamos dela”.

Esse comportamento, de silenciar a dissonância com qualificações pejorativas, é visto em todo lugar no atual momento do Brasil. Visite grupos “Fora Dilma” e veja que qualquer ser humano que proponha a discussão do impeachment sob a ótica constitucional é hostilizado como “caviar”. E qualquer pessoa que fale, num grupo “Não Vai Ter Golpe”, que a posse do Lula não é legítima, vai ser hostilizada como “coxinha”. Ninguém quer ouvir. Ninguém quer discutir. E ninguém quer pensar. 

oie_GxD7Lpr3IIbW

Nas últimas semanas, quis postar alguma coisa sobre tudo que está acontecendo. Mas a preguiça é enorme. Esse blog nasceu pra expor minhas desventuras jurídicas e esclarecer como o Direito influi na Política – especificamente, como você, povo, pode (e deve) usar o Direito pra subordinar os políticos à sua vontade. Mas na atual conjuntura de revolta, o que as pessoas, ou melhor, as manadas, menos querem é esclarecimentos. Como meu blog não é capim pra pobreza de espírito alheia… Prefiro ficar quieta.

Todos querem se dar o pitaco. Mas tudo fica na mesma ladainha do “Fora Dilma” ou do “Não vai ter golpe”. Acredito que só depois de fazer uma escolha muito infeliz e ter um prejuízo medonho (para qualquer dos lados do estouro das manadas), a lucidez será recuperada, e a conversa séria será retomada.

Até lá, melhor não lembrar que povo é você, não os outros. Você é responsável por tudo que está acontecendo, com essa sua insanidade. E quanto mais se enterrar na manada que tanto te convém nessa “revolta”, maiores os pesos que você carrega, povo. Porque você alimenta esse ciclo de corrupção sempre que, confrontado com as realidades e com as diferenças, enterra a cabeça nas areias da fantasia de manada do Bem X Mal.

tumblr_mhenb5ssC41remjr6o1_500
Chega dessa insanidade, gente, antes que a nação se machuque feio.