CISPA: Agora o bicho pegou

blog-1-img-862
02 Mai

CISPA: Agora o bicho pegou

Lembro-me dos internautas em polvorosa há alguns meses, quando uma "sombra" assolava a internet. Todo mundo se mobilizou da cadeira via Facebook. Bom, vamos deixar isso pra lá. Por quê? Oras, a SOPA e a PIPA não afetariam nossas vidinhas - não da forma como Mark Zuckerberg contou. Pouco tempo depois, vimos a queda do Megaupload - que agora pode não ser exatamente uma queda, já...

blog-1-img-848
22 Abr

Mais um Panteão dos Parvos

Estou devendo um texto. Eu sei, devo vários. Vamos acertar pelo menos um. Panteão dos Parvos em 3D: vários eventos condensados. E todos eles se relacionam a uma coisinha querida pra todos nós (ou quase): a educação. A Dona Vitrola reclamou esses dias: está aguardando entrega de duas empresas. Uma nunca atende, e a outra simplesmente não informa nada. O mínimo que as empresas deveriam...

blog-1-img-729
18 Mar

Viva a sociedade adormecida

Considerando que daqui a pouco teremos eleições, e que vocês andam ocupados em gongar o sistema no Facebook sem fazer nada a respeito, e achando que quem chama a atenção para os absurdos que vocês dizem é inconveniente, segue o texto. Raul Seixas adorava a sociedade alternativa, certo? Nós vivemos na sociedade jurídica. Ok, ninguém entendeu o que isso quis dizer. Vamos exemplificar. Suponhamos que...

blog-1-img-708
14 Fev

DORGAS, MANOLOS

Cá estamos nós. Deveríamos estar em luto. Mas entre planos para o Carnaval e o julgamento (ou a farsa jurídico-midiática) de Lindemberg Alves, ainda precisamos saber o que houve com Whitney Houston. É nessa hora que todos relacionam a morte à luta contra as drogas. E começam as loucuras dos debates sobre o uso dessas substâncias. Precisamos mesmo discutir o que fazer, mas o debate...

blog-1-img-689
23 Jan

Pensando a Matrix

  Você lembra como era a internets antes? Essa pergunta vai muito além de SOPA e de PIPA. Antes, era fácil decidir o que ver, o que querer e o que obter na nets. Mas as coisas mudaram bastante, não? Muito antes de SOPA, PIPA, ACTA e afins aparecerem, as coisas já tinham mudado, e sem interferência externa. O Google mudou a cara dos serviços...

blog-1-img-682
21 Jan

Alterando a Matrix

Alô você, que dormiu com um mundo e acordou com outro. Passamos a semana toda debatendo ocorrências internacionais – do latim “não é da nossa conta, porque temos a casa pra arrumar”. Reconheço que os tópicos eram interesse comum.  Mas esta não era nossa briga. Deveríamos observar, e não atirar todo mundo na rinha. Eu não sei o que é maior: a ingenuidade de vocês...

blog-1-img-671
18 Jan

Bom senso: o melhor filtro

Antes de começar, que fique claro: este é o meu espaço individual. Aqui, eu posso escrever o que quiser. Pois segue a minha opinião. Meu chefe tem um mantra, que repete sempre que as coisas desnecessárias começam a ser debatidas demais: democracia é uma m***a. Eu gosto da democracia. Ela é falha, mas permite a todos que nela vivem o exercício de duas habilidades fantásticas:...

blog-1-img-657
12 Jan

O martelo dos hereges

A sociedade vive mudando. Às vezes, isso é um problema. Porque mudança não é, necessariamente, evolução. Ah, sim, todo mundo gostaria de ser Poliana como Rousseau e ter o mundo ideal todo dia. Mas não dá. Não dá, porque o que muda demais, nunca sabe se está indo pra trás ou pra frente. A não ser em raríssimos momentos na História. São momentos onde fica...

blog-1-img-652
06 Jan

Um reflexo do que passou

Olhem as horas. Cá estou. Calma, deixem explicar: não foi de propósito. Li este texto e resolvi comentar ouvindo Man in the Mirror, do Michael Jackson. Não era o planejado, mas parece adequado retomar as postagens de onde parei – e vocês lembram, certo? Esta é uma batalha que nunca cansarei de lutar. Pode soar piegas, mas a mensagem da música é muito antiga –...

blog-1-img-622
19 Dez

Não tem nexo

Ok, talvez tudo sobre o assunto já tenha sido dito. Mas decidi escrever algo, de qualquer forma. O caso já é conhecido: pessoa agride animal até a morte e é flagrada por milhões de pessoas via Youtube. Pessoas essas que se revoltam e que não medem seu repúdio ao comportamento horrendo testemunhado. Para alguns, isso é surpresa. Para pessoas como a guerreira Renata Prieto, é...