As insustentáveis celeumas do aborto

blog-1-img-2072
11 Fev

As insustentáveis celeumas do aborto

Eu não pretendia fazer isso agora, mas a Vitrola tinha que arrumar uma polêmica no meio da tarde, certo? Pois bem. Dona Vitrola achou este texto na internets (ah, a internets) falando sobre aborto. Ah, tema espinhoso. Ou não. Você come ovo? Já sei, você vai dizer que a galinha é um animal. Só que você, caro leitor, também é um animal. O homo sapiens...

blog-1-img-2066
05 Fev

Realidades

Realidade é uma palavra que circula muito atualmente. Quem está dentro, e quem está fora dela. Sendo sincera, observando os acontecimentos, as pessoas e suas reações, eu não sei o que é realidade. “Fora da realidade”. Ouvi isso muitas vezes. Em maioria, dirigido a mim. Mesmo sem ter, disponho algum tempo aos debates. Havendo tópico exposto, digo o que penso. Exponho os fatos que tenho,...

blog-1-img-2032
24 Dez

Coisas de 2014: a crise hídrica de SP

O ano está no fim e é hora de dar pitacos em retrospectiva. Vamos começar pela água (ou falta dela) em SP. Todo mundo com medo da era Mad Max. É difícil conciliar a ideia. Na capital e na região metropolitana, a coisa que mais se vê é água; córrego aqui, rio ali... É estranho pensar na falta de algo que se vê em abundância....

blog-1-img-1988
20 Nov

Notícias de uma guerra particular

Disse no Twitter que ando cansada. Apesar da vontade de fazer e falar mil coisas, não sobra ânimo. Talvez seja a maratona de estudos. Mas acho que é a tal da pressão do fim. São inúmeros os motivos pra escolher um curso, e com ele construir uma carreira. A gente se prepara pra perseguir os objetivos, mas uma hora, o curso acaba. E aí? Como...

blog-1-img-1972
30 Set

Uma carta para Luciana Genro

Olá. Preciso desabafar: você a pior coisa daquele momento. Te deram a palavra e você... Nada. Por que você ficou calada? A sua biografia te declara advogada. “Atuante em Direito Penal”. Você sabe o que é um tipo penal, e o que fazer quando um destes aparece na sua frente. Também sabe que o casamento civil já é igualitário, embora insista no contrário. Mas não...

blog-1-img-1964
26 Set

Panteão dos Parvos – edição Lapa

Entre os últimos ajustes da monografia (tremei e temei, em breve poderei fazer bem mais que escrever por quem quiser pagar) e a ansiedade pelos resultados da OAB, cá estou. Quem acompanha pelo Facebook já sabe: é hora de Panteão dos Parvos. Os seres abissais estão por toda parte. Recentemente, vimos um caso de abissalidade coletiva de proporções épicas aqui na Lapa. Sim, estou falando...

blog-1-img-1943
09 Set

Vamos NÃO falar disso

As pessoas perguntam por que eu não falei do aconteceu com o goleiro do Santos. Sinceramente, não queria responder. Mas vocês gostam de sofrer, então lá vai. Discriminação, pra mim, é pobreza de espírito. Não gosto de falar disso, porque estou com Caco Antibes e não abro. Sempre tem um idiota que faz escândalo na padaria porque “gente escura vem depois”. Sempre tem uma velhinha...

blog-1-img-1924
31 Ago

Um pitaco na união civil da Marina Silva

Vou direto ao assunto, porque a vidinha de fim de curso não está fácil. Marina Silva, pessoas. Votar ou não votar, eis a questão. A fábula marinesca ganhou níveis jurídicos e está na hora do pitaco. Sexta, Marina divulgou proposta de governo onde apoiava reivindicações LGBT, como a adoção de crianças por casais homoafetivos e a distribuição de material educativo contra a homofobia na escolas...

blog-1-img-1913
09 Ago

6 coisas que faço sendo mulher – e dane-se o ismo alheio

Não enxergo o mesmo mundo que a maioria. Eu nasci do avesso e não ligo para convenções sociais. Esta é a época que combina comigo; o mundo se tocou que somos todos iguais e merecemos respeito na mesma proporção. E gente como Legião é esculachada por pensar de outra forma. Mas aí... Listas como esta aparecem. Licença, mas nunca deixei de fazer essas coisas “por...

blog-1-img-1870
20 Jul

Mjinga

Sou dessas pessoas, que se preocupa. Que perde horas imaginando se está tudo bem com esse ou aquele ser – às vezes, a agonia que dá chega a ser psicótica, e eu nem conhecer conheço. Sou dessas, que se distrai estudando, porque talvez compreender a solução possa salvar o mundo. Sou dessas pessoas idiotas que acreditam que podem mudar o jogo. E que só dormem...